Orçamento Estado
PORTUGAL, UM PAÍS QUE DESINVESTE NA EDUCAÇÃO E NO ENSINO APESAR DE 47,6% DA POPULAÇÃO E 43,4% DOS TRABALHADORES COM EMPREGO TEREM APENAS O ENSINO BÁSICO OU MENOS, QUASE O DOBRO DA MÉDIA DOS PAÍSES DA U.E.
6 de setembro de 2020
A QUEBRA SIGNIFICATIVA DO EMPREGO E DA RIQUEZA CRIADA NO PAÍS (PIB), A DESORGANIZAÇÃO DA ATIVIDADE PRODUTIVA CAUSADA PELO TELETRABALHO E PELO “LAY-OFF”, A DIMINUIÇÃO DA PRODUTIVIDADE DO TRABALHO E AS ESTATISTICAS OFICIAIS DO DESEMPREGO QUE ENGANAM
14 de agosto de 2020
O AUMENTO DOS IMPOSTOS E O AGRAVAMENTO DA INJUSTIÇA FISCAL DURANTE O GOVERNO DO PS
27 de junho de 2020
UM ORÇAMENTO SUPLEMENTAR PARA 2020 QUE NÃO PROMOVE O CRESCIMENTO ECONÓMICO E O EMPREGO NEM REFORÇA O SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE
21 de junho de 2020
O PROGRAMA DE ESTABILIDADE PREVÊ UMA DESPESA QUE PERMITE PAGAR O “LAY-OFF” APENAS A 792.000 TRABALHADORES QUANDO NO FIM DE ABRIL JÁ ESTAVAM INSCRITOS 1.328.000 TRABALHADORES PARA “LAY-OFF”, E QUEM PAGARÁ AS MEDIDAS DE COMBATE À “COVID 19”
17 de maio de 2020
COMO CENTENO CONSEGUIU O “MILAGRE” DE UM SALDO ORÇAMENTAL CONSOLIDADO POSITIVO À CUSTA DA CONTINUAÇÃO DA DEGRADAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS
21 de julho de 2019
NÃO É VERDADE QUE A “ADSE ABATE 13 MILHÕES À DIVIDA DOS HOSPITAIS PRIVADOS” COMO DIVULGOU O “PÚBLICO” EM 24 DE MAIO DE 2019”
26 de janeiro de 2019

Encontre mais publicações disponíveis nas seguintes áreas